Isadora Jacques Arquitetura

Ladrilho Hidráulico

ladrilho-hidraulico-painel

      A origem do nome ‘ladrilho hidráulico’ vem do seu processo de fabricação, que utiliza água, por este motivo ‘hidráulico’.

    Eles são práticos, artesanais e ecologicamente corretos, isto é, sua produção totalmente artesanal não consome energia nem emite gases, evitando prejuízos ao meio ambiente.

ladrilho-hidraulico-5-portalcasa     ladrilho-hidraulico-4
Os ladrilhos hidráulicos remontam ao século IV, período em que o Império Bizantino dominava grande território entre a Europa e a Ásia. Castelos, palácios e grandes feitos da arquitetura européia do séc. XVII carregam em sua essência, a beleza transmitida pelos ladrilhos – que mostraram excelência ornamental como pisos e revestimentos. Já no Brasil, as primeiras fábricas surgiram no final do século XIX, em São Paulo.

      Segundo o Manual de ladrilho hidráulico (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CIMENTO PORTLAND, 2010), embora no passado fosse uma alternativa na produção de revestimentos com caráter essencialmente decorativo pelas disponibilidades existentes, em 1960 o ladrilho hidráulico deixou de ser competitivo e muitas fábricas pararam de produzi-lo na medida em que se popularizava o piso cerâmico. O produto foi perdendo status, até se tornar depreciado pelo mercado.

        Porém, nos últimos anos, ele tem sido muito valorizado e esta encantando, cada vez mais, os designers e arquitetos.

ladrilho-hidraulico-decorfacil
No intuito de viabilizar a disseminação do ladrilho, hoje é possível encontrar revestimentos cerâmicos que reproduzem a linguagem estética do ladrilho.

Como é a sua fabricação?

     A tinta é colocada em moldes metálicos, por cima desta tinta é colocada uma camada de cimento seco e depois, mais uma camada de cimento úmido. Em seguida, o molde é fechado e prensado. Após a prensa o ladrilho fica de molho em um tanque de água por aproximadamente 10 horas para que ele enrijeça.

3-2-ladrilhos-hidraulicos
Molde – aplicação dos pigmentos

      Os ladrilhos hidráulicos são super resistentes e suas cores podem durar por anos.

ladrilho-hidraulico-3-decorfacil

ladrilho-hidraulico-2-decorfacil

Cobogó

Restaurante Manish, São Paulo_ODVO e mínima arquitetura
Restaurante Manish, São Paulo_ODVO e mínima arquitetura

         Sua origem se dá no nordeste, mas precisamente em Recife.  Esses charmosos blocos vazados, que hoje tomam forma a partir dos mais variados materiais, foram inspirados em elementos da arquitetura árabe e assim batizados pelos seus criadores, a partir de suas iniciais: Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de es. CO-BO-GÓ.

          A inspiração veio do muxarabi (Mashrabiya): elemento da arquitetura árabe, que consiste em treliças de madeira instaladas nas sacadas e janelas das casas, no intuito de permitir a abertura destas sem para tanto, possibilitar que as mulheres fossem vistas da rua.

          A sua criação foi uma solução para amenizar as condições climáticas no interior das casas nordestinas, e levantar paredes sem vedar a entrada de ar no ambiente.

          Criado em 1929, se popularizou na década de 1950 e nos últimos anos, o cobogó voltou com força total na decoração, podendo ser encontrado em materiais diversos, como mármore, vidro, cerâmica ou madeira, e até em peças de design.

Estrutura Metálica

Vantagens e desvantagens da estrutura metálica

 

casa-2

            O uso de estrutura metálica ganha cada vez mais adeptos em construções residenciais. Este crescimento se dá pelos novos conceitos de casas integrada, em que a cozinha, sala de jantar e sala de estar estão juntas sem paredes divisórias.

            Os projetos integrados necessitam de grandes vãos. Por ser um material leve e que resista a esforços maiores, a estrutura metálica ou somente as vigas vem tomando espaço do concreto armado.

            “Segundo a executiva da CBCA, em processos convencionais, o desperdício de materiais pode chegar a 25% em peso. Com o aço, o entulho da obra deixa de existir ou é reciclado. “Por serem mais leves, as estruturas metálicas podem reduzir em até 30% o custo das fundações”, diz Carolina. O tempo de construção é reduzido entre 10% e 20%.”

(Fonte: http://www.cbca-acobrasil.org.br/site/noticias-detalhes.php?cod=7072)

 

casa-3

 Vantagens:

 

  • Prazos curtos para execução -> o tempo de fabricação médio das peças é de 30 dias e o da montagem, de uma semana a 15 dias;
  • Podem ser desmontados e remontados em outro local
  • Racionalização de material e mão de obra -> por ser fabricado em industrias, evita o desperdício;
  • Obra limpa e organizada -> como a estrutura é fabricada em fábricas próprias, não há necessidade de ter depósitos de cimentos, areia, madeira. Sem contar que não produz entulhos;
  • Maior distância entre os vãos e maior área útil -> os pilares e vigas são mais delgados (finos) do que os equivalentes de concreto e suportam vãos maiores.

casa    casa metalica

Desvantagens:

  • Maior custo -> o preço para construir com esta estrutura pode ser de 5 a 20% maior se comparado à estrutura de concreto.
  • Não é indicado para pequenas construções -> não é economicamente viável para pequenas construções.
  • Desembolso em curto espaço de tempo -> por ser uma construção rápida, o pagamento também será rápido;
  • Necessidade de mão-de-obra e equipamentos especializados para a fabricação e montagemb-> O Brasil ainda carece em mão-de-obra especializada;
  • Temperatura -> A estrutura metálica não retém a temperatura e em regiões mais frias ou muito quentes será necessário investir em isolamento térmico para tornar o ambiente mais aconchegante.

Fontes:

http://blog.construir.arq.br/estrutura-concreto-x-estrutura-metalica-vantagens-desvantagens/
 http://www.cbca-acobrasil.org.br/site/noticias-detalhes.php?cod=7072
Scroll To Top